Colunistas
Quinhentas merrecas
por Francisco Dandão



Se nada mais der certo para o Galvez, na sequência do campeonato acreano de futebol profissional, eu diria que o ano do clube já está de bom tamanho. É que ao bater o Atlético, nos pênaltis, e levar pra casa o primeiro turno, o Imperador já adquiriu o direito de botar a mão numa ótima grana.

Explico: o fato de ser campeão do primeiro turno dá ao time militar o direito de participar da Copa do Brasil de 2020. E, assim sendo, pelo menos 500 mil reais entrarão nos seus cofres dentro de alguns meses. Um gás legal nas finanças de qualquer time da extrema periferia da República.

Eu disse “se nada mais der certo para o Galvez”, mas não creio que nada mais vá dar certo na sequência da temporada para o bom time do Imperador. A organização fora do campo, o comando do técnico Zé Marco e o empenho dos jogadores prometem que vem mais coisa por aí.

Ao Galvez, aliás, apesar dos seus poucos anos de existência (foi fundado em 2011), já não se pode negar a condição de time grande. Está sempre chegando às finais das competições que disputa, enfrentando os tradicionais Atlético e Rio Branco em pé de igualdade. “Pau a pau!”

E ainda tem mais um detalhe relevante a se destacar no que diz respeito aos caminhos trilhados pelo clube até aqui: a atenção às categorias de base. Prova disso foi a boa participação do time Sub-20 na Copa São Paulo de Futebol Júnior, em janeiro passado. Na base está o futuro de um clube!

No que diz respeito às quinhentas merrecas que eu falei no título, ainda resta outro tanto desses para o campeão geral da competição. Nove outros times estão no páreo. Quer dizer, nove são os candidatos, mas apenas três ou quatro tem condições reais para isso. Os demais são apenas figurantes.

Ser “figurante”, em linguagem de cinema, é aquela criatura que aparece só em raras oportunidades, às vezes no fundo da cena, às vezes sem falar coisa nenhuma e às vezes morrendo no meio de uma multidão de anônimos. Muitos times entram no campeonato, sim, como figurantes.

Mas voltando às quinhentas merrecas, eu diria que os quatro que brigam por essa bufunfa são o Atlético, o Rio Branco, o Independência e o Plácido de Castro. O Atlético porque lutou até o fim pelo título do turno, o Rio Branco por necessidade e os outros dois pelo que mostraram até aqui.

E se o Galvez for campeão do returno, o que lhe dará o título geral direto sem a necessidade de jogar uma finalíssima, aí esses quinhentinhos vão para quem ficar com o segundo lugar na competição. O Imperador está de boa no game. Quem quiser que corra atrás. O returno é tudo ou nada!

 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte