Colunistas
As zebras estão rondando o returno
por Manoel Façanha

O futebol é mesmo uma caixinha de surpresas. Nem o mais otimista torcedor vascaíno imaginava a vitória do Almirante diante do Imperador Galvez na penúltima rodada do returno do Campeonato Acreano por 2 a 1, exceto alguns apaixonados pelo clube e uma dúzia de familiares dos atletas presentes às arquibancadas do estádio Arena da Floresta.

O resultado deixou a classificação do Grupo B pra lá de embolada. O Plácido de Castro, após vitória sobre o Náuas por 4 a 0, assumiu a pole position com 7 pontos, mas apenas o bico do carro na frente do Vasco da Gama, também com 7 pontos, este com saldo de gols inferior ao representante do Abunã. O terceiro colocado do grupo é o Galvez, equipe que venceu o primeiro turno da competição, mas relaxou no returno e poderá ficar fora da disputa das semifinais, isso caso não vença o Tigre do Abunã no jogo decisivo da próxima terça-feira, às 20h, na Arena da Floresta.

No Grupo A, o Tourão do Humaitá acabou eliminado pelo Andirá e o resultado colocou mais pilha no jogo deste sábado (6), às 17h30, quando o Morcego retornará a campo para encarar o Rio Branco, num jogo que poderá ser o divisor de águas no Estrelão.

São feras no Fifa 19

Insatisfeito com o rendimento do Náuas na derrota elástica para o Plácido de Castro por 4 a 0, o técnico Zacarias Lopes, no calor do jogo, disse que seus jogadores são uns feras na estratégia de jogo do Fifa 19 (vídeo game), mas já para assimilar suas orientações táticas estão deixando a desejar e muito. “Se eles jogassem meio por cento do que treinamos o resultado do jogo poderia ser outro”, esbravejava à beira do gramado o faz tudo Zacarias Lopes.

Paciência e trabalho andam juntos

Na base da paciência e do trabalho, o vascaíno técnico Edson Maria (Som), aos poucos, conseguiu mostrar a competência do seu trabalho. Outro mérito do comandante vascaíno diz respeito à coragem de lançar vários jovens entre os titulares da sua equipe, como Nael, John e André, este último um atacante com cheiro de gols.

A vitória vascaína mostrou que a base de nosso futebol começa a pedir passagem e indicar que alguns de nossos medalhões precisam amadurecer a ideia de aposentadoria, isso não pela sua qualidade ou importância dentro de campo, mas pelo próprio ciclo da vida.

Uma imagem vale mais que mil palavras

Foto: Manoel Façanha

Aos 9 minutos da etapa complementar de jogo entre Vasco e Galvez, ocorrido na quarta-feira (3) na Arena da Floresta, apontava vitória do time cruz-de-malta, quando meu “VAR” flagrou o volante Hulan numa entrada mais forte atingindo o tornozelo do meia imperialista Neném. O árbitro Antonio José, pertinho do lance, não titubeou em aplicar a regra e mandar o jogador vascaíno para o chuveiro.

AS CURTINHAS

Reforço do Santos a partir do segundo semestre será o atacante Lucas Braga, do Luverdense.

Mais uma polêmica deve alimentar nos próximos dias o futebol carioca.

Flamengo e Fluminense fizeram uma proposta conjunta ao Governo do Estado do Rio de Janeiro para administrar o Maracanã.

A ideia desagradou Alexandre Campello, presidente do Vasco. O dirigente do clube de São Januário havia sugerido que os quatro grandes do Rio de Janeiro se unissem na missão de tomar conta do estádio.

Nesta quinta-feira ele se disse surpreendido com a atitude de Flamengo e Fluminense.

Bom dia!

 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte