Colunistas
Epidemias
por Francisco Dandão



De vez em quando o mundo se vê ameaçado por algum tipo de epidemia. Micro-organismos das mais variadas espécies, sejam vírus ou bactérias, já causaram mais estragos na história da humanidade do que qualquer guerra sangrenta. O poder dessas criaturas é deveras devastador.

A peste bubônica, também conhecida como peste negra, por exemplo, que arrasou a Europa e a Ásia entre os anos de 1333 e 1351, matou 50 milhões de pessoas. Para se ter uma ideia da magnitude da devastação, esse número representava cerca de um terço da população mundial. Um terço!

No decorrer da tal epidemia, os cientistas da época foram descobrindo que a bactéria causadora da peste negra era comum em ratos e a transmissão para os humanos se dava por conta das pulgas desses animais. Ninguém se preocupava com questões de higiene naquele tempo. Então, deu no que deu.

Depois, entre 1817 e 1824, a confusão que sacudiu o mundo e levou para o cemitério milhares de vidas humanas foi provocada por um tal de cólera. Esta até que era uma bactéria já conhecida pela medicina, mas ela surpreendeu os cientistas por conta de ter sofrido significativas mutações.

A contaminação dessa bactéria se dava através de água e alimentos, sendo que ela abalou o mundo novamente na última década do século XX. Ou seja, mais uma vez entrou em cena a falta de higiene. O negócio foi tão feio que muita gente passou a evitar qualquer tipo de peixe ou frutos do mar.

Os meus registros mentais me lembram, inclusive, uma cena patética que aconteceu durante essa última epidemia causado pela bactéria do cólera. A cena de uma autoridade peruana comendo um ceviche (peixe cru), para provar que não tinha perigo algum a prática. Adivinhem. O cara morreu!

E teve ainda, só pra citar mais uma, a epidemia da tuberculose, cujo pico aconteceu entre os anos de 1850 e 1950, ceifando a vida de mais de um bilhão de pessoas ao redor do mundo. Uma doença altamente contagiosa, que ataca os pulmões, transmitida de pessoa para pessoa. Uma catástrofe!

Agora, pra variar, o planeta se apavora com esse fulano de tal Covid-19, mais conhecido como Corona Vírus. Todo mundo mascarado pelas ruas, álcool gel à vontade para lavar as mãos... Enfim, uma confusão dos demônios tomando conta do planeta e impedindo as pessoas do direito de ir e vir.

Uma confusão tamanha que já afeta os espetáculos esportivos. Muitos jogos de futebol estão sendo realizados na Europa de portões fechados. Pelo menos um prêmio de Fórmula Um já foi cancelado. E até os Jogos Olímpicos, marcados para o Japão, correm o risco de serem adiados. Afe!

 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte