Colunistas
Preparativos
por Francisco Dandão



Depois de levar cinco pancadas nos cocos no primeiro turno do Campeonato Brasileiro da Série D, o glorioso Atlético Acreano prepara-se para vencer o seu primeiro jogo neste domingo (18). Pelo menos eu acredito nisso, levando-se em conta o fato de que “não há mal que dure para sempre”.

Já faz tanto tempo que o Atlético não vence umazinha em competições regionais e nacionais que eu já até perdi as contas de quantas surras foram até aqui. Sei que já somam mais de duas dezenas os fracassos em confrontos com times de outras paragens. Mas penso que isso está prestes a acabar.

O primeiro indício que me leva a pensar assim diz respeito à boa estreia do Galo no campeonato acreano. O time da camisa da cor do céu é o único considerado grande entre os clubes locais que venceu na rodada inaugural do chamado “Acreanão”. O Atlético bateu o Andirá por 1 a 0.

Eu sei que vocês aí na frente dessas mal traçadas vão dizer que bater no Andirá não quer dizer nada e que isso é o mesmo que pegar um bêbado e empurrar ladeira abaixo. Mas eu respondo que quem pensa assim se engana. O Andirá não é mais aquela velha galinha morta que todo mundo fritava.

O jogo entre Atlético e Andirá, pelo que disseram os meus correspondentes, foi duríssimo, só decidido nos detalhes. Pela palavra desses meus chegados, apesar do morcego ainda não ser nenhum Batman, demonstrou que pode voar alto e dar rasantes no pescoço dos desprevenidos.

Mas então, voltando para o argumento principal do texto, que é a minha fé em que o Atlético vai ganhar a primeira na Série D, outro fator a favor do time acreano é que o oponente deste domingo, o GAS, também não está com essa bola toda não. A campanha deles também é capenga até aqui.

Tudo bem, o roraimense GAS ganhou uma. Ganhou do amazonense Fast. Ou seja, tirou o dedo das partes pudendas. Mas por enquanto foi só. Nos outros cinco jogos, eles perderam três e empataram duas vezes. Quer dizer: vai ser o confronto entre os dois piores times (até aqui) do Grupo 1.

Se o Atlético não ganhar do GAS, atuando em casa, até eu vou jogar a toalha. Vou deixar de torcer pelo Atlético em competições regionais e nacionais. Se o Atlético não começar a vencer, a partir deste domingo, acho que o melhor a fazer é isso mesmo. Deixar o rio seguir o seu fluxo até o mar.

Mas eu acho que vai dar certo. A julgar pelos preparativos do Galo para esse próximo compromisso, tem tudo para dar certo. Preparativos que incluem, de acordo com os meus correspondentes, exaustivos treinos de campo, sessões com parapsicólogos e uma ida à antiga Cruz Milagrosa!

 


© Copyright 2004 - 2021 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte