Notícias
Governo do Amazonas vai custear passagens ao Fast, diz Dissica
Bastidores
16.08.2018 - 15:17 - Amazonas

O presidente da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Dissica Valério Thomaz, revelou nesta quarta-feira, logo após a finalíssima do Campeonato Amazonense sub-19, que a estratégia para enviar a seleção do Amazonas à Copa São Paulo de Juniores, que deu errado este ano, será a mesma para 2019.

De acordo com Dissica, a FAF mais uma vez vai custear o período de treinamentos e material, enquanto o Estado, por meio da Sejel, custearia as passagens.

Este ano, o Fast teve que desistir de participar da Copinha pelo fato de o Governo não ter liberado o dinheiro para compra das passagens, por conta de uma restrição que o clube tinha com a Secretaria de Esportes.

- Reunimos com os clubes antes e acertamos que o campeão cederia a camisa para a seleção e a Federação arcaria com o material e com o custo dos três meses de treinamento. As passagens tentaremos de novo com o Estado - confirmou Dissica, sem explicar se a Federação tem algum "plano B", para caso as passagens não saiam de novo.

Dissica também lembrou que o Fast encontra-se suspenso pela Federação Paulista de Futebol (FPF), por conta da desistência deste ano, e que, por conta disso, a camisa da seleção amazonense será do vice-campeão Holanda.

- Ano passado, a Federação ficou de arcar com os 90 dias de treinamento e todo o material, enquanto a Sejel custearia as passagens, mas aí houve a eleição suplementar, o secretário da pasta mudou e a coisa não aconteceu. Infelizmente, o Fast, que ganhou o campeonato desse ano, não vai poder participar, por estar suspenso pela Federação Paulista, por não ter ido jogar a Copinha, e por isso em 2019 a camisa será a do Holanda - concluiu.

Foto: Marcos Dantas
Fonte: Globoesporte.com
 
© Copyright 2004 - 2018 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte