Notícias
Jogadores do Paysandu que entram no decorrer dos jogos têm agradado ao treinador
Paysandu
08.11.2018 - 10:33 - Pará
Foto: Jorge Luiz/Paysandu

A batalha histórica da última terça-feira (6), entre Paysandu e Oeste-SP, exigiu o máximo de todos do grupo bicolor dentro e fora de campo. Embora o Papão tenha saído na frente no começo do jogo, o time paulista empatou ainda na etapa inicial, o que provocou uma mudança de postura do Lobo após o intervalo. Na entrevista coletiva concedida após a partida, o técnico João Brigatti justificou a opção pela entrada do meio-campista Pedro Carmona, que foi um dos principais destaques do duelo, com um gol e duas assistências em 45 minutos de atuação.

“Você precisando da vitória, com o empate no resultado, eu precisava colocar o time para frente. O Carmona entrou muito bem no jogo, fazendo esse balanço pela esquerda e pela direita e ainda fez um gol, nos ajudando ainda mais nessa vitória sobre o Oeste”, destacou o treinador.

Outro aspecto que não passou despercebido na entrevista foi o olhar cirúrgico do comandante bicolor, uma vez que também optou pela entrada do lateral-direito Matheus Silva, não em sua posição de origem, mas sim como volante. “Por ser um atleta muito forte fisicamente, a gente precisava naquele momento de um atleta dessa maneira. O Matheus tem treinado de volante, e ele tem essa força que a gente precisava demais naquele momento. Aos poucos vamos conhecendo mais os atletas e obviamente queremos jogadores que atuem em outras posições para que possamos utilizar eles nos momentos mais oportunos”, revelou.

Foto: Jorge Luiz/Paysandu
Fonte: Assessoria/Paysandu
 
© Copyright 2004 - 2018 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte