Notícias
Fast notificará Gama-DF sobre suposto plágio em hino dos clubes
Bastidores
26.12.2018 - 19:47 - Amazonas

A diretoria do Fast, do Amazonas, foi notificada, por um de seus torcedores associados, sobre um suposto plágio do hino oficial do clube. A instituição denunciada pela suposta imitação é o Gama, do Distrito Federal.

O caso, inclusive, já está nas maõs do departamento jurídico do Tricolor de Aço, que, como primeira medida, promete comunicar o Periquito Verde extrajudicialmente. Compare as canções - com melodia e lírica - no fim da reportagem.

O diretor jurídico do clube amazonense, Hugo Medeiros, afirmou que, se não houver uma resposta plausível que justifique as semelhanças entre os cânticos, uma ação judicial também é cogitada. A esfera judicial, no entanto, só retorna do recesso de fim de ano no dia 7 de janeiro.

- A primeira medida é a notificação extrajudicial , pois queremos informações a respeito dessas semelhanças. Como tudo isso aconteceu. Caso não haja uma justificativa plausível, seremos obrigados a entrar com uma ação judicial. Provavelmente cobraremos, além de uma indenização, a retirada ou alteração do hino do Gama - disse Medeiros.

O GloboEsporte.com entrou em contato via telefone com o presidente atual do clube brasiliense, Weber Magalhães. O mandatário, primeiro, disse que ainda não havia sido comunicado sobre a polêmica e também não sabia das comparações entre os hinos.

Depois, ao ouvir o hino fastiano através dessa reportagem, concordou com as semelhanças, mas pontuou que não vai abdicar da música tão facilmente. Disse que a torcida "sempre canta o hino nos estádios" e que já está identificada.

- Os hinos realmente são iguais, mas vamos para guerra. Agora fiquei curioso com essa semelhança e vamos correr atrás para saber mais dessa história. Não vamos abrir mão do hino tão facilmente, se for preciso vamos para justiça. O torcedor já está identificado com esse canto - comentou Magalhães.

Outro que está a par do caso é o ex-presidente de honra do Gama, Wagner Marques, que ocupou o cargo na década de 90, período em que, segundo ele, o hino foi aprovado pela diretoria. Ele ilustrou, porém, que a canção nunca chegou a ser registrada.

Marques também disse que o compositor da obra, Paulo Farias Moreira, já teria falecido, mas o GloboEsporte.com não conseguiu confirmar essa informação.

Ententa o caso

O Rolo Compressor tem dois hinos: um mais famoso, que toca nas comemorações de títulos e é conhecido por ser da torcida, e o hino oficial. Este segundo, de autoria de Mafra Jr, que sofreu suposto plágio. Foi composto em 1969, por Mafra Jr, e gravado nos estúdios da CBS, no Rio de Janeiro. A canção foi devidamente registrada na época.

O Gama-DF, por outro lado, foi fundado em 1975, sete anos após o registro da canção fastiana. Também conhecido por ter mais de um hino, o clube lançou esse oficial, porém, só na década de 90, gravado nos mesmos estúdios da CBS.

Foto: Divulgação
Fonte: Globoesporte.com
 
Galeria de Videos
Hino do Fast
 
Hino do Gama
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte