Notícias
João Carlos: carreira planejada
26.01.2006 - 17:33 - Acre

Ainda muito jovem, com apenas 20 anos, João Carlos da Silva Bento, o João Carlos "Cavallo", nascido em Lábrea (AM), iniciou no futebol profissional, como meio de campo do Rio Negro (AM).

O apelido seria ganho com a vitalidade apresentada dentro de campo, onde mostrou ser um jogador de habilidade, ao mesmo tempo que aproveitava de sua velocidade e raça para tornar-se um ídolo por onde passou.

Não demorou muito para começar uma caminhada por grandes clubes. Primeiro atuou no Matsubara (PR), depois jogou pelo Atlético (PR), onde ganhou sua primeira oportunidade para atuar no futebol estrangeiro, o Tokyo Gas, equipe do Japão, onde permaneceu por 18 meses. Retornando ao Brasil, defendeu o Ituano (SP), que conseguiu o último acesso para a elite paulista durante a sua passagem.

Voltou ao Amazonas para defender o São Raimundo, sendo depois contratado pelo Ypiranga (RS). João Carlos "Cavalo" ainda defenderia São Carlense (SP) e Joinville (SC), antes de se transferir para o exterior, o Yuerdon - Sport, da Suíça.

Com apenas 34 anos, João Carlos encerrou a carreira como meio de campo para se tornar técnico, pretensão que o amazonense mantinha para quando encerrasse a carreira, que durou pouco mais de 14 anos, mas conseguiu notoriedade por onde passou.

Técnico

Iniciou a carreira com técnico no Rio Negro (AM), mesma equipe que o lançou como jogador profissional. Teve passagem pelas quatro grandes equipes do Amazonas: Nacional, São Raimundo, Grêmio Coari, além do próprio Rio Negro.

Conquistou o primeiro título estadual com o Rio Branco Futebol Clube (AC), em 2004, para em 2005 conquistar o amazonense pelo Grêmio Coariense. Uma semana após conquistar o amazonense, João Carlos embarcou para o Acre onde voltou a treinar o Rio Branco, conseguindo o seu bicampeonato e o tetra do clube, feito inédito na era profissional do futebol acreano.

O planejamento dentro do futebol acreano para 2006 envolve uma boa campanha na Copa do Brasil, a conquista do pentacampeonato, o que daria a chance de disputar a série "C", no qual tentaria levar o Rio Branco Futebol Clube para a Segunda Divisão do futebol brasileiro, objetivo do novo presidente, Natal Xavier.

Fonte: Jornal A Gazeta
 

© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte