Notícias
Mateus Oliveira responde provocação de jogador do Caxias
Série D
11.07.2019 - 09:50 - Amazonas

Na terça-feira, um dia depois dos confrontos das quartas de final serem revelados, um vídeo do meia Wagner, do Caxias-RS, viralizou nas redes sociais. Nas imagens, o jogador, que vai encarar o Manaus na briga pelo acesso, provocou o adversário, ironizando até o uniforme verde, que lembra o Juventude, também de Caxias do Sul e maior rival da equipe Grená.

O atacante Mateus Oliveira ficou sabendo das provocações e, nesta quarta, comentou sobre o assunto. Ele preferiu não polemizar, mas respondeu: "Serve para dar mais ânimo"

"Costumo dizer que tem que esperar os 180 minutos. O São Raimundo provocou lá, porque ganharam, depois dei uma resposta aqui e ficaram chorando. Prefiro dar a resposta depois. A gente não fica preocupado com isso, serve para dar mais ânimo. Estou mais preocupado com minha equipe. Não cabe mais isso no futebol, coisa de "boleiragem". Eles falam que jogaram em outras divisões, mas estão na D. Estão igual a todos os outros, tem que respeitar", Mateus Oliveira. O atacante também revelou a questão climática. Para ele, o processo de aclimatação será mais complicada para o time sulista. Ainda assim, declarou que não será um fator preponderante.

- Eu acho que é um pouco mais difícil para eles. O frio, chega um momento, que você nem sente mais, por conta da adrenalina. É mais no início mesmo, porque será uma temperatura abaixo do normal. Só que é igual a gente fazer gelo aqui. No início dói, mas com o tempo anestesia e você nem sente mais. Não interfere nada. Aqui também não muda muito. Se vai estar quente para nós, vai estar quente para eles. Se vai estar frio para eles, vai estar para a gente também. A gente fala que está acostumado, mas preferimos jogar com o clima mais ameno - acrescentou.

Ele espera um time ofensivo, mas que tenha cautela na defesa. O camisa 99 acredita, também, que a vaga será decidida nos detalhes.

- Vamos manter a mesma postura. O professor frisa muito isso. Dependendo da equipe que vamos jogar, temos que propor o jogo. Dentro de 10 jogos na Série D, fomos iguais, não seria agora que iríamos mudar a postura. Vamos para jogar, sempre atento aos detalhes, que fazem diferença, mas nunca se recusando a ficar com a bola ou abdicando de jogar - ilustrou.

- É um jogo de detalhe, igual no último jogo, que tive uma bola logo no início, que acabou passando um pouco. Na bola que aparecer, uma ou duas no máximo, tenho que ficar atento para fazer o gol. No mata-mata, não podemos errar. E se eles errarem, temos que ficar atendo para fazer o gol. Não será um placar elástico, acredito num placar magro - concluiu.

Manaus e Caxias decide uma vaga nas semifinais da Série D, sendo que quem se classificar, além de seguir na luta pelo título, garante a classificação à Série C de 2020. O jogo de ida será no domingo, em Caxias do Sul, enquanto a volta será no dia 20 de julho, na capital amazonense.

Foto: Marcos Dantas
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte