Notícias
Hamilton contraria amarelo que o retira da decisão da Série D
Manaus
12.08.2019 - 17:23 - Amazonas

Primeiro tempo. O Manaus empatava em 0 a 0 com o Brusque, fora de casa, pelo primeiro jogo da final da Série D. O cronômetro apontava 45 minutos e, quando parecia que não aconteceria mais nada antes do intervalo, eis que Hamilton chutou uma bola para longe - com o jogo paralisado - e levou o terceiro cartão amarelo, que culminou em suspensão automática para o jogo de volta.

Ao GloboEsporte.com, o meia comentou brevemente sobre o lance. Para ele, a advertência foi injusta, e o árbitro paraibano Wagner Reway estava mal intencionado.

- Todo mundo que joga bola, chuta. O árbitro era caseiro, puxando para o time da casa. Se ele não me desse (o amarelo) naquela hora, daria em outra hora, pois já veio mal intencionado. Acho que o primeiro gol deles estava irregular - disse o camisa 25.

Hamilton lamenta duplamente ficar de fora da grande decisão, no próximo domingo, na Arena da Amazônia, que promete recorde de público. Além da importância da partida em si, ele perdeu a chance de terminar como artilheiro da quarta divisão. Júnior Pirambu, que fez o primeiro gol em Brusque, chegou a nove, inalcançável pelo meia.

- Fico triste (por ficar de fora) pois é um jogo que todo mundo queria jogar. Era uma vitrine boa (ser artilheiro), mas estou feliz pelo acesso e, se Deus quiser, o título - acrescentou.

Hamilton também comentou uma foto que repercutiu nas redes sociais, rendendo até montagens. Na imagem, ele aparece deitado no gramado, olhando para o céu.

- Estava tentando voltar ao normal em um lance. Bati meu rosto, estava meio tonto - concluiu.

Foto: Lissandro Windson/FAF
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte