Notícias
Presidente do Paysandu garante permanência de Caíque Oliveira
Bastidores
23.11.2019 - 16:49 - Pará

O presidente do Paysandu Sport Club, Ricardo Gluck Paul, confirmou a permanência do volante Caíque Oliveira para a temporada 2020. A polêmica rodou nas redes sociais após o jogador ter perdido sua penalidade no jogo de volta da Copa Verde 2019. O lance foi bastante comentado nas redes sociais e gerou muitas especulações assim como as emoções as quais envolvem o 188Bet, uma das maiores no quesito modalidades esportivas.

O jogador foi bastante cobrado após o pênalti desperdiçado na decisão da Copa Verde para o Cuiabá na última quarta-feira em pleno estádio Mangueirão, em Belém. No tempo normal, o Paysandu foi derrotado por 1 a 0 e, nos pênaltis, foi superado pelo Dourado por 5 a 4.

O volante Caíque Oliveira teve em seus pés a oportunidade de marcar o gol do título do Paysandu na Copa Verde na última quarta-feira. O jogador teve a última cobrança nos seus pés da primeira série, no momento em que o duelo estava empatado em 4 a 4, porém o jogador acabou errado a penalidade e teve criticada a forma com que ele foi para a batida nas redes sociais. Na sequência, o atacante Nicolas desperdiçou a última cobrança, garantindo a taça para o clube mato-grossense.

Diante da pressão exercida por torcedores do Paysandu, Caíque Oliveira chegou inclusive a excluir sua conta oficial nas redes sociais. "Se analisarmos que ele fez palhaçada, a atitude será de demiti-lo até por justa causa, porque custou uma fortuna [R$ 2,5 milhões]. Mas, como vimos os treinos e sabemos do histórico de cobranças dele com esta forma diferente de caminhar para a bola, não podemos crucificá-lo, pois ele bateu sério, sim", revelou o dirigente ao O Liberal.com.

Ricardo Gluck Paul pretende se reunir com o atleta após as férias do jogador do Paysandu. "Pode ser que ele [Caíque Oliveira] entenda que não tenha clima para voltar. Se isto acontecer, vamos conversar. Porém, sou homem honrado e volto a dizer que seria uma covardia da nossa parte colocar a culpa nele e dizer que sou o bonitão que não tem culpa de nada. A responsabilidade por termos batido na trave no estadual, na Série C (do Campeonato Brasileiro) e na Copa Verde é de minha, do Hélio [dos Anjos, treinador] e de todo o elenco", acrescentou o dirigente ao O Liberal.com.

Após o período de férias do elenco bicolor, o dirigente do Papão da Curuzu revelou que ainda pretende dar um conselho para que o atleta possa falar sobre sua técnica nas cobranças de penalidades e evitar qualquer tipo de polêmica. "Está na hora de ele aparecer e falar publicamente sobre a técnica que ele usa para bater pênaltis", revelou o presidente.

Recentemente, o volante Caíque Oliveira renovou com o Paysandu e tem contrato com o clube até o final da temporada 2020.

Perfil

Aos 28 anos, Caíque Aredes de Oliveira é natural de José Bonifácio, no interior de São Paulo. Ele acumula passagens pela Anapolina-GO, Boa Esporte-MG, Fernandópolis-SP, Grêmio Prudente-SP, José Bonifácio-SP, Linense-SP, Marília-SP, Quirinópolis-GO, União São João-SP, Vila Nova-GO e XV de Piracicaba-SP. Neste ano, o jogador chegou ao Paysandu.

Foto: Jorge Luiz/Paysandu
Fonte: Futebol do Norte
 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte