Notícias
3B começa movimentações para a temporada 2020
Bastidores
03.12.2019 - 17:24 - Amazonas

A Fera é a nova rainha da selva no futebol amazonense, coroada nesse sábado (30), após a conquista do título do Barezão Feminino diante do seu maior rival, o Iranduba, em vitória por 3 a 1 no estádio da Colina.

Agora, o 3B busca dar continuidade ao bom momento em território nacional e já começa a realizar o seu planejamento para o Brasileirão Série A2, que inicia em março de 2020 e será o principal torneio do ano.

Com o elenco contratado apenas para a disputa do campeonato estadual, o 3B terá o grande desafio de remontar seu time mantendo o nível técnico da boa equipe.

O presidente do clube, Bosco Brasil, comentou que seguirá priorizando qualidade à quantidade em termos de elenco. Também falou sobre as perdas ao fim da temporada e o futuro da ‘sedenta’ Fera.

“Vou prospectar com muita calma. Daqui algumas semanas começa de fato o planejamento. A maioria das jogadoras já estão com sondagem de grandes times da Série A1 e nós não vamos ‘brigar’ com esses times”, disse o mandatário.

É importante avaliar que o 3B, atualmente, também está sem comissão técnica, pois Sidney Bento também tinha contrato somente até o fim do estadual e acertou sua ida para o Princesa do Solimões.

“Tínhamos o contrato com o Sidney até o final da temporada, mas agora ele já fechou com outro clube, o Princesa do Solimões. Vamos analisar essa parte com muito cuidado”, afirmou Bosco, que sabe da importância de um bom comandante para a construção de uma boa campanha nos campeonatos.

Mas, de acordo com o presidente, o ‘desmanche’ não deve ser total e ele fará esforços para segurar algumas jogadoras ‘da terra’, que foram peças chave na campanha do título amazonense.

“Quero manter duas jogadoras minhas no time, que são a Paulinha e a Deise”, revelou o mandatário. Ele também conta que pretende buscar reforços no mercado regional, incluindo no maior rival, o Iranduba, derrotado na grande final deste ano - fato que deve ‘balançar’ algumas atletas do Hulk.

“Esperarei esses 10 dias, até para não ser antiético. Primeiro estarei fazendo proposta para a Vitória Cabral. Não sei se aceitará porque é uma negociação. Também quero mais algumas jogadoras do Iranduba. Tenho interesse em três jogadoras de lá”, apontou sobre seus planos para montagem do time.

Além do mercado interno, Bosco também pretende recorrer a outros países da América do Sul para sondar jogadoras.

“Devo estar trazendo algumas atletas da Venezuela. Espero ter umas cinco de lá. Tentarei importar jogadoras da Colômbia também”, disse a respeito dos reforços em países ‘irmãos’.

Bosco também comenta que seguirá com sua filosofia de priorizar a categoria de suas atletas no lugar de um elenco numeroso.

“Continuo com esse pensamento, mas a próxima temporada pode ser um diferente. Vários times grandes estão entrando forte no mercado, então nos próximos dias vou ‘sentir’ essa questão”, concluiu.

Foto: Sandro Pereira
Fonte: Jornal A Crítica
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte