Notícias
Afastado dos gramados, Independência completa 74 anos
Bastidores
02.08.2020 - 18:30 - Acre

Fundado em agosto de 1946, o Independência Futebol Clube, chamado por seus torcedores pelo glorioso epíteto de Tricolor de Aço, completa neste domingo (2) de agosto ano 74 anos de existência. Juntamente ao Juventus, ao Rio Branco e ao Atlético Acreano, o Independência forma o quarteto dos times mais tradicionais do futebol do Acre, inclusive, apontado como o clube de maior torcida do futebol local nas décadas de 1970, 1980 e 1990. No entanto, a torcida tricolor não tem muito a comemorar. O clube, que conquistou onze estaduais, nesta temporada, alegando problemas financeiros, voltou a pedir afastamento do Campeonato Profissional e, assim, o jejum de títulos completou 22 anos.

Na década de 1970, talvez a época mais fértil de bons valores do futebol acreano, o Independência formou esquadrões de altíssimo nível. Nesta época, o Tricolor de Aço tinha verdadeiros artistas, como Aldemir Lopes, ponta de lança que parecia levitar em campo; Escapulário, armador bailarino que dançava com a bola nos pés; Bico-Bico, ponteiro veloz e driblador e lendário pela vida boêmia; e Palheta, zagueiro ao mesmo tempo duro (no combate ao adversário) e clássico (com a bola nos pés), além do goleiro José Augusto, verdadeira muralha tricolor.

Mesmo depois dessa época “áurea”, o Independência ainda montou boas equipes. Tanto que levantou o “caneco” de campeão acreano em duas oportunidades na década seguinte: 1985 e 1988. Vários jogadores de ótimo nível técnico vestiram a camisa tricolor nessas campanhas. Casos, por exemplo, de Paulinho Rosas, Emilson Brasil, Klowsbey, Sabino, Antônio Júlio, Paulão, Paulo Roberto, Mariceudo, Isaac, Paulão etc.

Veja os títulos

No currículo histórico de títulos, consta que o Tricolor de Aço ergue por 20 vezes o troféu de campeão na categoria principal. Onze deles pelo campeão acreano da elite (1954, 1958, 1959, 1963, 1970, 1972, 1974, 1985, 1988, 1993, 1998); Três vezes do Torneio Início (1958, 2001, 2004); Duas vezes da Taça Cidade de Rio Branco (1969 e 1971); Três vezes do Torneio do Povo (1981, 1982, 1986) e uma vez da segunda divisão (2018).

Torcedor e ex-atleta parabenizam o clube

Numa postagem do ex-vereador Márcio Batista, o lateral esquerdo Sabino, com passagem vitoriosa pelo Tricolor de Aço, inclusive, marcando o gol do último campeonato da era do amadorismo, parabenizou o clube tricolor. “Tive o prazer de jogar no independência em 1988 (campeão do último campeonato ‘amador’ do Acre). Um clube de torcida fanática e numerosa”.

Foto: Manoel Façanha
Fonte: Manoel Façanha
 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte