Notícias
João Mota elogia chegada de Bruno ao Rio Branco e não se opõe a goleiro cobrar faltas
Bastidores
02.08.2020 - 18:46 - Acre
Foto: Kelton Pinho

O treinador do Rio Branco, João Mota, está satisfeito com a chegada do goleiro Bruno ao elenco do Estrelão. O técnico trabalhou com o jogador pela primeira vez nos últimos dias e acredita que a contratação será muito importante para dar experiência ao grupo de atletas do Alvirrubro, que ainda está em formação para a disputa do segundo turno do Campeonato Acreano, Campeonato Brasileiro da Série D e Copa Verde.

João Mota indicou as qualidades que vê no arqueiro, ressalta que o elenco é jovem e que ainda há necessidade de contratações, mas crê em uma equipe bastante competitiva.

– O Bruno, logicamente que acrescenta. É um jogador experiente, com muita experiência no futebol, muito bom na sua posição, trabalhador, um bom profissional, um cara que quer treinar, sempre buscar mais. Um cara de grupo, que quer o bem da equipe, quer ganhar título, é ambicioso, viciado por título, então encaixa bem no meu perfil. Portanto, penso que vem agregar e muito ao grupo. O grupo está em construção, a equipe está mais ou menos com uma identidade. Estamos a criar uma identidade forte para sabermos o que fazer nos momentos do jogo, mas vamos precisar ainda de umas três peças ou quatro – afirma.

Em entrevista publicada pelo ge neste sábado, Bruno ressaltou que ainda cobra faltas e quer te a oportunidade de executar o fundamento coma camisa do Rio Branco-AC. O treinador destaca que não tem nada contra, mas tudo precisa ser trabalhado pela equipe para que não haja problemas quando as situações ocorrerem. No treino da manhã deste sábado, Bruno marcou um gol de falta no CT José de Melo, na capital acreana.

– Com certeza (poderá cobrar). Ainda hoje (sábado), o Bruno marcou. Portanto, não tem problema nenhum o Bruno marcar (cobrar) faltas, desde que seja um especialista, a equipe trabalhará para que ela possa bater as faltas. Não é só chegar ali e vai lá bater falta. Tem que haver uma estrutura por trás, um trabalho diferente tático pra que ele possa ir lá e bater a falta. Não vejo nisso problema nenhum, não sou contra isso. Sou contra um goleiro ir bater falta sem ter grande capacidade pra isso. Mas se ele mostra uma grande capacidade e boas habilidades pra fazer isso, por que não? O jogador deve ser aproveitado ao máximo e a gente tem que potencializar ao máximo – diz.

Questionado se pensava na possibilidade de escolher o goleiro como capitão da equipe alvirrubra, João Mota diz que essa não é uma preocupação no momento, mas observar em Bruno características para exercer a função. No entanto, ressalta que a ideia não é colocar toda a responsabilidade sobre o jogador.

– Não estou muito preocupado com isso. Sei que aqui no Brasil há uma cultura, dão muita importância ao capitão. O capitão tem umas qualidades que penso não é bem igual ao que pensam aqui no Brasil. O capitão é o cara que mais entende do jogo, mais entende a filosofia do que é jogo pra poder explicar aos colegas e ajudar. É um cara que tem que ser líder e que nos momentos de crise esta lá, dar a cara e que tenha um bom discurso. O Bruno encaixa-se nisso, mas não sei se é o Bruno que vai ser o capitão. Até porque nós estamos aqui pra proteger um pouco o Bruno e não é pra pôr tudo encima do Bruno – explica.

– O Bruno é mais um jogador do elenco, tem o seu valor, como outros também têm. Não sei até que ponto, ainda vou pensar nisso como minha equipe técnica, colocá-lo como capitão não será sobrecarregá-lo demais e ainda pôr mais peso nos ombros dele. O capitão, tem mais dois ou três jogadores que têm esse perfil. Vamos ver, no momento certo, o que a gente vai fazer sobre isso. Mas não estou muito preocupado com isso – conclui.

O elenco do Rio Branco-AC tem folga neste domingo e volta aos treinos nesta segunda-feira (2), em dois períodos no CT José de Melo. O clube aguarda a liberação do jogos para o início da disputa do segundo turno do Campeonato Acreano.

Foto: Manoel Façanha
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte