Notícias
Remo vence Tapajós e retoma vice-liderança
Parazão
05.08.2020 - 22:23 - Pará
Foto: Samara Miranda/Remo

O Remo venceu na noite desta quarta-feira o Tapajós por 3 a 1 no estádio Mangueirão, em Belém, e terminou a fase classificatória na vice-liderança do Parazão 2020. A partida foi válida pela última rodada da primeira fase da competição estadual.

Gustavo Ermel, Zé Carlos e Douglas Packer marcaram para o Remo, enquanto que Dan Curuçá descontou para o Boto.

Com o resultado, o Remo chegou aos 23 pontos e fechou a primeira fase na vice-liderança do Parazão. Já o Tapajós ficou com a nona posição com oito pontos.

Agora, o Remo foca em sua estreia na Série C do Campeonato Brasileiro diante do Jacuipense no domingo no estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe. Pelo Parazão, o Leão Azul retorna a campo nos dias 13 e 20 de agosto contra o Castanhal pela semifinal do Estadual. Já o Tapajós volta aos gramados somente em 2021.

Foto: Samara Miranda/Remo


O jogo - Passados apenas três minutos o Remo já estava à frente no placar. Gustavo Ermel aproveitou rebatida errada do goleiro Jardel, pegou a sobra e marcou o primeiro gol da partida: 1 a 0. Mesmo com um time cheio de reservas ou novatos, o time azulino manteve domínio do jogo e equilíbrio nos setores. Um dos estreantes, aliás, jogou improvisado: Lucas Siqueira foi titular na zaga, mesmo sendo volante e lateral-esquerdo por essência. A lateral-direita teve Pingo, promessa da base que originalmente é volante. Apesar de mexido e com pouco ritmo, o Leão quase não recebeu resistência do Boto. O time santareno, quando chegou ao ataque – na maioria das vezes com chutes de longa distância – não foi perigoso. O Remo ampliou aos 22, com Zé Carlos, e depois controlou a partida até o intervalo.

Com 2 a 0 no placar, o Remo buscou se poupar fisicamente na etapa final. Ainda assim, chegou ao terceiro gol com Douglas Packer, aos 8, após cruzamento rasteiro de Dudu Mandai. O técnico Mazola Júnior então aproveitou para rodar ainda mais o elenco, aproveitando as cinco substituições para colocar em campo jogadores em tese reservas ou que estavam há muito tempo sem jogar, a exemplo de Carlos Alberto. Longe dos gramados desde julho de 2019 em razão de uma doença rara no sangue, o meio-campista entrou aos 17 minutos no lugar de Gustavo Ermel. Malon, Wallace, Rafael Jansen e Ronald também entraram. Com a equipe remista pouco entrosada e sem ritmo, o Tapajós partiu para cima. Passou a levar mais perigo com arremates de média distância até que Dan Curuçá, aos 38, acertou o ângulo: 3 a 1, gol de honra para o alviverde de Santarém.

Fonte: Futebol do Norte, com informações do Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte