Notícias
Iranduba é derrotado pelo Grêmio
Brasileirão Feminino
09.09.2020 - 20:35 - Amazonas

O Grêmio fez mais uma vítima noBrasileiro feminino. As gurias dessa vez bateram o Iranduba por 2 a 0 nesta quarta-feira, no estádio Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, cidade distante a menos de 50 km de Porto Alegre, e alcançou a marca de quatro vitórias consecutivas. O Tricolor Gaúcho não fez uma grande partida, mas foi o suficiente para manter a invencibilidade. Os gols foram de Andressa Pereira, Karina e Eudimilla. O Hulk descontou com Luana.

Com a vitória, o Tricolor Gaúcho chegou aos 18 pontos, ultrapassou o Palmeiras, que empatou com Minas Icesp, e subiu para terceira colocação na tabela. Já o Iranduba, que acumulou sua segunda derrota seguida, manteve os nove pontos e ao menos dorme na 11ª colocação.

O Grêmio volta a campo no próximo domingo, contra o vice-líder Corinthians, fora de casa, no Parque São Jorge, pela nona rodada. Já o Iranduba segue no Rio Grande do Sul para enfrentar no mesmo dia, mas em Novo Hamburgo, o Internacional.

O jogo - Em casa e com uma formação mais ofensiva, o Grêmio abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo: após escanteio cobrado por Karina, Andressa Pereira subiu sozinha para abrir o placar. O Iranduba, a princípio, sentiu o baque, mostrando nervosismo e muitos erros de passes. Mas, aos poucos, começou a apertar a marcação, alugando o campo de defesa gremista, com boas trocas de passes até o último terço do campo. Sem infiltrações, o time amazonense viu a solução nos chutes de longa distância, sempre sem pontaria. As gurias, mesmo inferiores, ainda tiveram a chance de ampliar com Mariza, que apareceu cara a cara com Yéssica e chutou em cima da goleira.

Sem criação para o último passe, Calo sacou Thaisinha e colocou Mayara. Já a treinadora Roberta Gusmão, sem o meio de campo, também entrou com duas mudanças. O segundo tempo começou fraco tecnicamente, com o Iranduba não conseguindo trabalhar no campo ofensivo, e as gurias sem conseguirem sair no contra-ataque.

O Verdão teve suas boas chances, ambas de fora da área. Uma com Mayara, que tirou tinta da trave, e Cinthia, em arremate da meia-lua. Nada deu certo, e quem ampliou foi o Grêmio. Karina chutou, o árbitro viu mão de Petra e marcou pênalti. A própria Karina converteu. Nos últimos minutos, o jogo esquentou. Sinara, do Grêmio, foi expulsa. O Iranduba descontou com Luana, aos 39, e o Grêmio fechou o caixão das amazonenses aos 42, com Eudimilla.

Presença ilustre

A treinadora da seleção brasileira feminina, Pia Sundhage, esteve no local acompanhada da auxilia -técnica, Beatriz Vaz, e da coordenadora de seleções femininas da CBF, Duda Luizelli.

Foto: João Normando
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte