Notícias
Chuva derruba energia do TJD-AM, e julgamento do Tarumã no Pleno é adiado
Série B do Amazonense
18.11.2020 - 09:11 - Amazonas

A forte chuva que caiu na tarde desta terça-feira em Manaus derrubou o sistema do Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas, o que culminou no adiamento do julgamento do Tarumã no Pleno para esta quarta-feira, na sede do tribunal, às 14h.

O Lobo do Norte, que terminou a fase de classificação da Série B na liderança, com 11 pontos, acabou punido em primeira instância com a perda de 57 pontos (três para cada jogar relacionado e mais três pelo resultado) por ter jogado supostamente sem realizar os exames para Covid-19 antes do duelo da primeira rodada, contra o JC Itacoatiara.

>> O que pode acontecer?

Se o Tarumã for absolvido, o time mantém a liderança e enfrentará o Rio Negro na semifinal, enquanto o JC recebe o Clíper em Itacoatiara. Neste caso, Tarumã e JC entram com vantagem do empate. Mas, caso o Lobo perca mais de oito pontos, o CDC entra na quarta colocação e enfrentará o JC, que ficará em primeiro. E, no outro jogo, ficaria Clíper x Rio Negro.

Semifinais mantidas

Apesar do adiamento do caso, a Federação Amazonense de Futebol (FAF) manteve para a próxima quinta, dia 19, a data das semifinais da Série B. As equipes confirmadas no mata-mata são JC, Clíper e Rio Negro. Desses, independentemente do resultado do julgamento, apenas o JC vai mandar seu jogo em casa e terá vantagem do empate (caso continue em segundo ou fique em primeiro).

O Galo também sabe que de qualquer forma entrará como visitante e com desvantagem do empate. Já o CDC, com quatro pontos, aguarda uma punição do Tarumã para conseguir os pontos e herdar a quarta colocação. Uma semifinal está marcada para quinta, dia 19, às 19h, na Arena da Amazônia. A outra ocorre no mesmo dia, às 15h30, em Itacoatiara.

Foto: Lissandro Windson/FAF
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2021 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte