Notícias
Permanência de Bonamigo é prioridade para 2021, diz diretor de futebol do Remo
Foco
11.01.2021 - 17:20 - Pará

Dentro de campo, o Remo conseguiu o acesso à Série B do Brasileiro após longos 13 anos. Fora dele, a diretoria do presidente Fábio Bentes foi fundamental para garantir um ambiente favorável ao elenco.

Diretor de futebol do clube desde 2015, Dirson Medeiros divide com os torcedores a conquista do acesso. "Foi uma conquista de todos os torcedores que sofreram nestes anos sem estar numa Série B e, em alguns casos, até sem divisão", disse.

Para ele, isto foi um reflexo da reorganização administrativa feita pelo presidente Fábio Bentes, que fica no comando do clube até o final de 2023. "O acesso foi uma consequência dos acertos internos administrativamente. Deus abençoou o trabalho".

Agora, o primeiro passo da diretoria de futebol do clube é renovar com o técnico Paulo Bonamigo. Assim como ele, nenhum atleta, exceto os garotos da base, possui contrato além da temporada 2020. "Não conversamos ainda sobre isso (renovações). Temos que sentar para debater nomes. Mas primeiro é definir a permanência do Bonamigo", disse.

Um dos fatores que podem ajudar o Remo na ida ao mercado nos próximos meses, é a credibilidade recuperada pela atual gestão. Com pagamentos em dias e a melhoria da parte estrutural do clube, Dirson acredita que será possível trazer nomes "diferenciados" para a temporada 2021, que começa no final de fevereiro com a disputa do Parazão.

"(Os times) Do ano passado (2019) e de 2016 eram muito bons. Mas esse (de 2020), pela credibilidade que o clube conquistou durante essa gestão, conseguimos trazer alguns jogadores que anteriormente não conseguimos. Só por o clube estar numa Série B, já conseguimos trazer jogadores diferenciados. Mas por estarmos pagando em dia e investindo em melhorias como o Nasp (núcleo de saúde do clube) e possivelmente um CT, essa possibilidade aumenta".

Planejamento

Na próxima temporada, o Leão terá, pelo menos, três competições pela frente. A partir do dia 28 de fevereiro de 2021, o Remo inicia a disputa do Parazão. Em março, a equipe terá a Copa do Brasil e no final de maio, o início do Brasileirão da Série B. Além disso, ainda há a possibilidade de disputa da Copa Verde, que ainda não foi confirmada pela CBF. Por conta disso, o diretor de futebol azulino garante já ter uma lista com mais de 100 jogadores sendo monitorados.

"Até o momento não tínhamos falado sobre a temporada de 21, por conta que estávamos focados totalmente nesse acesso. A partir de hoje, já podemos começar a fazer esse planejamento. Eu tenho uma lista de mais ou menos 110 nomes de jogadores mapeados esse ano, incluindo todas as posições, inclusive a de goleiro", concluiu.

Foto: Samara Miranda/Remo
Fonte: Roma News
 


© Copyright 2004 - 2021 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte