Notícias
'Deixa que eles se matem', declara Gedoz sobre última vaga do grupo para Série B
Brasileirão
12.01.2021 - 20:23 - Pará

Titular desde que chegou ao Clube do Remo, Felipe Gedoz conquistou o acesso para Série B de 2021. Ainda sem jogar diante da torcida azulina, o meia só sentiu de perto o calor da Nação Azul na comemoração da vitória em cima do Paysandu.

Com Ypiranga, Londrina e Paysandu brigando pela última vaga à Segundona, a sexta rodada será emocionante na disputa pelo acesso. No entanto, Gedoz não demonstra preferência por nenhum time. "Todos os times tem qualidade, são candidatos. A minha preocupação não tem que ser com os adversários. Nosso papel nós conseguimos. Deixa que eles se matem entre eles agora", disse.

O meia também comentou sobre o primeiro contato com a torcida do Leão. "Desde o primeiro dia que cheguei, que escutei a respeito da torcida, do calor. Sei que a pandemia tá difícil. Na comemoração deu pra sentir a energia positiva, o calor. Quando vi a multidão fiquei impressionado. Todo mundo fala, mas não temos noção do tamanho que é essa torcida. Aos poucos vamos conhecendo", declarou.

Na última rodada, o Leão ainda enfrenta o Londrina, no Mangueirão. Com a liderança e a disputa pelo título quase garantidos, o Remo não pensa em entregar o jogo para os paranaenses. "Se chegamos até aqui mostrando nosso futebol, temos que manter a mesma pegada. Vai ser mais um jogo difícil. Vamos terminar esse turno e returno da melhor maneira possível. Vamos em busca do resultado. Moral a gente conquista jogo a jogo. Nosso time tá focado, sabemos do nosso objetivo. Conseguimos o acesso e agora vamos em busca do título".

Apesar de ter conquistado o acesso, Gedoz foi sincero ao comentar sobre sua permanência, ou não, no Baenão. "Tenho que ser claro, sincero. Tenho contrato com o Nacional até a metade do ano. O futuro pertence a Deus. Ainda não acabou, temos mais três jogos. Vamos pensar nesse título e depois a gente vê o que vai acontecer".

A jogada ensaiada que originou o gol contra o Paysandu começou do pés de Gedoz, que confessou ser teimoso na hora das bolas paradas. "Não é de hoje que trabalhamos essa bola. Eu tava sendo meio teimoso em querer as cobranças diretas, que é um ponto forte que tenho. Escutei um pouco mais a voz da experiência e graças a Deus consegui acertar um lindo chute e o Salatiel completou".

Foto: Samara Miranda/Remo
Fonte: Roma News
 


© Copyright 2004 - 2021 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte