Notícias
Bonamigo e jogadores do Remo contestam utilização do VAR em gol anulado
Copa Verde
22.02.2021 - 11:50 - Pará
Foto: Reprodução/Instagram

O primeiro tempo do duelo entre Brasiliense e Remo pela final da Copa Verde 2020 não terminou bem para o Leão. Além do placar por 2 a 1 para o adversário, os remistas saíram na bronca com o trio de arbitragem e com o VAR. Tudo isso porque no último lance do jogo, Wellington Silva balançou as redes e empatou o jogo para o Leão. Porém, a arbitragem assinalou impedimento do lateral direito.

Após conversa com o árbitro de vídeo, Gilberto Rodrigues Castro, o capixaba Dyorgines José Padovani, que comandava o apito central, não foi ao monitor checar o lance a acabou seguindo a marcação do assistente Fabiano da Silva Ramires e confirmou o impedimento.

O técnico Paulo Bonamigo considerou o lance legal e questionou o fato do VAR não ter confirmado o gol. "Eu também vi gol legal. Agora não sei pra que tem o VAR, se eles são justamente para criar a justiça do jogo e marcaram um lance totalmente incorreto, no meu ponto de vista. Mas enfim, vamos pensar na segunda parte da decisão em Belém", disse o treinador.

Nas redes sociais, o lateral direito Wellington Silva e o meia Felipe Gedoz se manifestaram sobre o lance. Mais incisivo na crítica, Gedoz lembrou que houve uma palestra com a CBF antes do jogo para explicar o uso da ferramenta e disse não entender porque existe o VAR.

"Tivemos uma palestra com o pessoal da CBF ontem (sábado) a respeito do VAR que teria na decisão de hoje (domingo). Aí eu pergunto pra que (palavrão) existe esse maldito VAR?", escreveu Gedoz.

Foto: Igo Estrela/Metrópoles
Fonte: Roma News
 

Futsal Acre Amapá Amazonas Pará Rondônia Roraima Tocantins Giro pelo Brasil Giro pelo Mundo

© Copyright 2004 - 2021 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte