Notícias
Ageu inicia bem a carreira de treinador
10.07.2005 - 03:09 - Pará

Como jogador de futebol Ageu Sabiá já perdeu a conta de quantas vezes encheu as redes dos adversários. Na recém-iniciada carreira de treinador, ele surpreendeu ao conquistar o primeiro título com a mesma rapidez com que driblava zagueiros até bem pouco tempo. O título do Campeonato Metropolitano Sub-23, diante do Castanhal na última quinta-feira, foi o primeiro troféu do agora treinador Ageu Sabiá, que se emocionou na final e não esconde que ainda está se adaptando à nova função nos campos de futebol.

"Muda tudo! Antes eu encarava tudo como jogador, fazia brincadeiras, agora não pode ser assim. Você não pode brincar o tempo todo senão o jogador não te respeita", disse Sabiá. Mesmo mais cauteloso com as brincadeiras, o técnico não mudou muito a postura que tinha até o ano passado, quando ainda jogava.

Ageu admite que não abre mão de descontrair a equipe antes dos treinos com piadas, mas o recreio não dura muito tempo. "Na hora de brincar, a gente brinca, mas na hora de ser sério, temos que agir com seriedade. Tem que tomar cuidado com isso, a gente tem que ter responsabilidade", disse o técnico, que tem como ídolos na nova profissão os ex-técnicos da seleção brasileira Luís Felipe Scolari, que agora comanda a seleção portuguesa, e Vanderlei Luxemburgo, que está no Real Madrid. "Gosto de técnicos e de times que joguem para frente."

Ageu Sabiá sonha ter como técnico o mesmo sucesso que os ídolos famosos, mas avisa que tem paciência para traçar com calma o caminho para chegar lá. Como atacante, ele só pendurou as chuteiras de vez no ano passado, após disputar o Campeonato Paraense pelo Ananindeua. Depois de 14 anos jogando como profissional, decidiu não jogar mais no início deste ano, quando a Tartaruga se preparava para disputar o Metropolitano, e recebeu o convite para continuar no clube. "O presidente (Afonso Almeida, do Ananindeua) me convidou parar jogar e eu disse que não queria mais, então ele me convidou para ser técnico."

Apesar de a primeira proposta para ser técnico ter surgido quase por acaso, a idéia de passar do campo para o banco já estava sendo amadurecida há algum tempo. "Em 2002 eu cheguei a fazer um estágio no Atlético Paranaense. Estou apenas começando, ainda tem muita coisa."

Conquistado o primeiro título após três meses na nova função, Sabiá já ganhou a confiança da diretoria do clube. "Eu tenho um compromisso com o presidente e com o presidente de honra do clube, Helder Barbalho e vou ficar no Ananindeua. Já está definido que eu vou ser o técnico no Campeonato Paraense e devo treinar também o time para o Campeonato Sub-20, em agosto", disse.

Ficha

Nascido em Monte Alegre, interior do Estado, Ageu Sabiá começou na Tuna em 1988. Foi campeão paraense no mesmo e depois, em 1992, Brasileiro. No Remo, foi tetra e pentacampeão estadual em 1996 e 1997. De 1990 a 1994 também jogou no Paysandu. São Carlense (SP), São Francisco, de Santarém, Ceará e Tiradentes foram outros clubes por onde o jogador passou até chegar ao Ananindeua, onde encerrou a carreira no ano passado.

Fonte: Diário do Pará
 
© Copyright 2004 - 2018 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte