Notícias
“É hora de levantar a cabeça”, afirma zagueiro Ediglê
Manaus FC
20.03.2017 - 11:31 - Amazonas
Foto: Emanuel Mendes Siqueira

Após a derrota por 2 a 1 para o Nacional na estreia no Amazonense 2017, o zagueiro e capitão do Manaus FC, Ediglê, chamou o grupo para uma conversa franca no vestiário. Ele analisou que sua equipe esteve bem postada taticamente e o panorama mudou depois de dois erros da arbitragem – o pênalti e a expulsão do atacante Binho. Entretanto, pediu dos companheiros um pouco mais de cuidado na hora de abordar a arbitragem durante o campeonato.

“Fizemos uma boa partida taticamente até mesmo quando estivemos com 10 jogadores e agora é hora de levantar a cabeça, pois terça-feira já tem jogo contra o Rio Negro. Fomos prejudicados no lance do pênalti e na expulsão, mas não podemos perder o controle emocional e temos que saber como chegar aos árbitros, evitando qualquer atitude que possa resultar em cartões”, disse o capitão.

Expulso por reclamação, o atacante Binho reafirmou que não fez nada demais no lance em que o árbitro Antônio Frutuoso assinalou pênalti no zagueiro Vágner.  Aos 35 minutos da etapa inicial, Jefferson Araújo bateu e deu início à virada do Leão da Vila Municipal. Após a cobrança, o homem do apitou deu cartão vermelho para o até então herói do Manaus FC na partida – Binho marcou aos 27 minutos, completando dentro da pequena área. O Nacional virou com gol de Alexsandro, aos 12 minutos do segundo tempo.

“Não fiz nada, apenas disse que não havia sido pênalti no lance. Todo o estádio viu que não houve nada na jogada, a bola já tinha passado bem longe”, ponderou Binho.
 

Foto: Emanuel Mendes Siqueira
Fonte: Futebol do Norte, com informações da Assessoria
 
© Copyright 2004 - 2017 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte