Notícias
"É um time complicado de se bater", afirma Mirandinha
Genus
20.03.2017 - 15:41 - Rondônia

O técnico do Genus, Mirandinha, valorizou bastante o ponto obtido neste domingo no empate com o Ariquemes em 2 a 2 no estádio Aluízio Ferreira, em Porto Velho, pela segunda rodada do Campeonato Rondoniense Sicoob 2017.

Mirandinha classificou o duelo como um dos mais difíceis nesse primeiro turno. “É um time complicado de se bater. Tivemos a felicidade de fazer logo no inicio do jogo, mas depois deu uma caída geral no time onde tomamos dois gols por pura inocência do nosso setor de marcação. No final fomos agraciados com o gol do empate que deixa a gente seguro e tranquilo que essa garotada vai render muito ainda”, avaliou.

Mirandinha ainda aproveitou para criticar o árbitro Jonas Kuhn. “O jogador do Ariquemes tirou a camisa ainda dentro das quatro linhas e isso não é permitido. Em seguida, o jogador estava fora do campo amarrando a chuteira dele, o companheiro jogou a bola para ele, ele adentrou ao campo e voltou para o jogo sem autorização do árbitro. Se ele saiu das quatro linhas, ele não pode voltar sem a autorização da arbitragem. Eles não podem fazer vistas grossas nesse tipo de situação”, disparou.

Com dois pontos, o Genus é o quinto colocado no Estadual 2017. O Aurigrená da Capital retorna a campo no domingo contra o VEC no estádio Portal da Amazônia, em Vilhena.

Mirandinha criticou o árbitro Jonas Kuhn. Foto: Alexandre Almeida
Fonte: Futebol do Norte
 
© Copyright 2004 - 2017 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte